A formação inicial do profissional escolar sobre a diversidade etnocultural, religiosa e linguística nas universidades quebequenses: um primeiro balanço

Marie Mc Andrew, Corina Borri-Anadon, Julie Larochelle-Audet, Maryse Potvin

Resumo


A partir da descrição quantitativa e qualitativa da formação inicial do profissionalescolar sobre a diversidade etnocultural, religiosa e linguística, apresenta-se, aqui,um primeiro diagnóstico do estado atual da formação inicial de futuros professoresà consideração da diversidade etnocultural, religiosa e linguística nas universidadesquebequenses, como as principais recomendações quanto às pistas de ação desejáveisnesse domínio. O estudo mostra que, mesmo se esse campo tem conhecidouma expansão significativa nas licenciaturas nos últimos 10 anos, tanto no plano deoferta de curso quanto nas inovações pedagógicas, esse desenvolvimento ocorreuprincipalmente de maneira improvisada. Logo, é marcado por várias limitações,entre elas: a falta de acordo, não somente entre as diversas universidades quebequenses,mas igualmente no interior de cada estabelecimento; uma ancorageminstitucional frequentemente ambígua e a ausência de exigências e orientaçõesministeriais claras quanto à sua legitimidade e aos objetivos que deveria buscar.Palavras-chave: Diversidade etnocultural. Formação inicial. Professor.

Texto completo:

PDF